A Fifa emitiu um comunicado neste domingo dizendo-se chocada com as imagens de violência entre torcedores de Querétaro e Atlas, do México, no último sábado. Na nota, afirma estar em contato com a Concacaf e a Associação Mexicana de Futebol para responsabilizar rapidamente os responsáveis.

Ainda, a entidade escreveu que “a violência é inaceitável e intolerável” e que “não tem lugar no futebol”.

Segundo a Proteção Civil do estado de Querétaro, ao menos 26 pessoas ficaram feridas em uma briga generalizada entre torcedores do Querétaro e do Atlas durante uma partida válida pela nona rodada do torneio Clausura do futebol mexicano.

Por outro lado, em vídeos e imagens que circulam nas redes sociais desde a última noite, pessoas aparecem gravemente feridas sendo espancadas e roubadas, nuas, por torcedores rivais. Em outros materiais, famílias correm no gramado com crianças para tentar fugir da briga.

Confira abaixo o comunicado na íntegra (em tradução livre):

A Fifa está chocada com o trágico incidente que aconteceu no estádio La Corregidora, na cidade de Querétaro, durante o jogo entre Querétaro e Atlas. A violência foi inaceitável e intolerável.

Fifa está em contato com a Associação Mexicana de Futebol e a Concacaf para condenar esse bárbaro incidente e para encorajar as autoridades locais para aplicar justiça rápida aos responsáveis. Nossos pensamentos estão com todos aqueles que sofreram as consequências.

Mais uma vez, a Fifa gostaria de enfatizar que a violência não deve ter absolutamente lugar nenhum no futebol e vamos continuar trabalhando em todos os setores para erradicá-la do nosso jogo.

O post Fifa emite comunicado sobre pancadaria no México: “Inaceitável e intolerável” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.