Os jogadores estrangeiros que atuam por clubes ucranianos terão seus contratos suspensos devido à invasão da Rússia. Com a medida, os atletas estarão livres para fecharem outros vínculos quando houver a confirmação da Fifa.

Se a guerra piorar até junho, outras decisões terão de ser tomadas. Os esportistas que nasceram na Ucrânia seguem com assinaturas válidas com seus respectivos clubes, já que não podem deixar o país. A informação é do jornalista Rodrigo Fragoso, repórter da TNT Sports.

A tendência é que os jogadores que defendem clubes da Rússia tenham a mesma trajetória e sejam liberados.

O Krasnodar, time russo, já enviou um comunicado oficial para seus atletas estrangeiros que os contratos seriam suspensos.

O post Jogadores estrangeiros que atuam na Ucrânia terão contratos suspensos apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.