Em junho de 2016, Tite deixou o Corinthians para assumir a Seleção Brasileira.

De lá para cá, a equipe principal do Timão teve oito técnicos diferentes, sendo que Fábio Carille foi o único, nesse período, com duas passagens.

Na movimentação da diretoria para encontrar um substituto para Sylvinho, demitido na última quarta-feira, o Corinthians tem apresentado uma tendência de mudança radical de perfil.

Após 17 anos, é grande a chance de um estrangeiro ser contratado. O último foi o argentino Daniel Passarela, em 2005.

 

O Corinthians também entende que precisa de um profissional com experiências importantes.

Por isso, apostar em treinadores novatos, promissores, como fez recentemente com Fábio Carille, Osmar Loss, Jair Ventura, Tiago Nunes e Sylvinho, está fora de cogitação.

Aliás, quando fechou com Sylvinho, o clube lançou a hashtag #ModernoÉSerCorinthians.

A ação foi um recado que tinha a intenção de passar a ideia de confiança na maneira de jogar e de gestão de elenco que tanto deu certo em anos recentes, com a escolha de um profisional, no caso Sylvinho, que fez ‘escola’ com Tite, Mano Menezes e Fábio Carille, e que conhecia bem o clube, por ser cria do Terrão.

Agora, o Corinthians quer um comandante à altura de seu elenco, dessa vez recheado de atletas consagrados, como há tempos não se via.

Sair do “mais do mesmo”, abrir a cabeça e olhar para fora do país virou critério dentro do clube, que espera anunciar uma novidade ainda essa semana.

Relembre os técnicos que passaram pelo clube após a saída de Tite:

2016

Tite – se despediu em 15 de junho para assumir a Seleção Brasileira (2 anos no cargo).
Cristóvão Borges – de 19 de junho até 17 de setembro (pouco menos de 3 meses no cargo).
Oswaldo de Oliveira – de 14 de outubro até 11 de dezembro (pouco menos de 2 meses no cargo).
Fábio Carille – efetivado em 22 de dezembro.

2017

Fábio Carille – ficou no cargo por toda a temporada.

2018

Fábio Carille – saiu em 22 de maio (1 ano e 7 meses no cargo).
Osmar Loss – de 23 de maio até 5 de setembro (pouco mais de 3 meses no cargo).
Jair Ventura – de 6 setembro de 2018 até 3 de dezembro de 18 (pouco menos de 3 meses no cargo).
Fábio Carille – reassumiu em 7 de dezembro de 2018.

2019

Fábio Carille – demitido em 3 novembro (pouco menos de 11 meses no cargo).
Tiago Nunes – contratado em 7 novembro.

2020

Tiago Nunes – demitido em 11 setembro (pouco menos de 10 meses no cargo).
Vagner Mancini – assumiu em 12 de agosto.

2021

Vagner Mancini – demitido em 16 de maio (pouco mais de 9 meses no cargo).
Sylvinho – de 23 de maio.

2022

Sylvinho – demitido em 2 de fevereiro de 2022 (pouco mais de 8 meses no cargo).

O post Corinthians busca mudança radical de perfil para o comando técnico; compare apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.