Em uma final dramática, o New York City venceu o Portland Timbers por 4 a 2 nos pênaltis neste sábado (1 a 1 no tempo regulamentar) e conquistou seu primeiro título na Liga Norte-Americana de Futebol, a Major League Soccer (MLS).

O argentino Valentín Castellanos, o artilheiro da temporada na MLS, abriu o placar aos 41 minutos para o New York, mas o chileno Felipe Mora forçou a prorrogação com um gol angustiante nos acréscimos (90 + 4).

Nos pênaltis, o goleiro Sean Johnson defendeu as cobranças do próprio Mora e do argentino Diego Valeri, e o peruano Alexander Callens converteu a última, acabando com as esperanças no Providence Park, em Portland (Oregon), onde o Timbers sediou a final, diante de 25.218 espectadores, por somar mais pontos na fase regular.

“Tivemos mais oportunidades. O Portland teve que arriscar e encontrou o gol, mas, como dizem, se você não sofre, não vence”, disse Callens após o pênalti da vitória.

“Foram muitos anos para chegar a isso. Senti muita emoção ao marcar o gol”, disse ‘Taty’ Castellanos.

“Eles lutaram como nós, mas felizmente tivemos um pouco de sorte nos pênaltis e vencemos. Nós merecemos”.

A equipe de Nova York, que é parte do mesmo grupo empresarial dono do Manchester City, conquista assim seu primeiro grande sucesso desde sua chegada em 2015 à MLS, onde atraiu nomes como David Villa e Andrea Pirlo em seus primeiros anos.

“Esta virada mostra o caráter da equipe”, destacou o norueguês Ronny Deila, técnico do New York City, que cumpriu a promessa de ficar de cueca na comemoração diante de 3.000 torcedores nova-iorquinos. “Foi uma grande vitória e você tem que comemorar. Eu continuaria fazendo isso”.

Já o Timbers ficou sem comemorar na primeira vez que disputou a final em casa, após o título de 2015 e o vice-campeonato de 2018.

O post New York City vence Portland nos pênaltis e conquista seu primeiro título da MLS apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.