Em 2017, o Paris Saint-Germain chocou o mundo ao desembolsar 222 milhões de euros (R$ 812 milhões na cotação da época) para tirar Neymar do Barcelona, tornando a transferência do brasileiro a mais cara da história do futebol. Contudo, o real gasto do clube com o jogador se aproxima de meio bilhão de euros.

O jornal El Mundo divulgou detalhes do acordo entre o camisa 10 e os franceses. O primeiro contrato de Neymar, válido de 2017 até 2022, com renovação automática para 2023, previa um salário anual bruto de 43.334.400 de euros.

Em maio deste ano, o brasileiro renovou com o clube até 2025, o que lhe rendeu um bônus de 50.556.117 por sua permanência em Paris. Com a soma de todos os valores, incluindo a multa rescisória com o Barcelona, ao fim de seu vínculo com o PSG, Neymar terá custado um total de 489.228.117 de euros (cerca de R$ 3 bilhões na cotação atual).

Apesar disto, o craque não conseguiu conquistar o principal objetivo da equipe, que é a Liga dos Campeões. O clube chegou na final de 2020, mas perdeu para o Bayern de Munique por 1 a 0. Na última edição do torneio, foi eliminado nas semifinais, para o Manchester City.

O post Gastos do PSG com Neymar devem se aproximar de meio bilhão de euros até 2025 apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.