Aquilo que parecia um sonho fora da realidade está muito perto de acontecer.

O Corinthians aguarda a rescisão de contrato entre Willian e Arsenal para avançar e anunciar o jogador como mais um reforço para a equipe de Sylvinho.

A diretoria alvinegra encontrou um parceiro disposto a explorar a imagem do meia-atacante. Dessa maneira, o clube teria condições de assumir o investimento. A Gazeta Esportiva apurou que a situação desse acordo paralelo está muito perto de ser concluída.

O presidente Duilio Monteiro Alves refutou abandonar o planejamento financeiro interno para fazer a contratação, inclusive sob a ciência de que o departamento de compliance se colocaria contra essa decisão.

Por isso, para ter Willian, o clube passou a depender da venda de algum atleta ou de uma nova receita, que não tivesse relação com os atuais patrocinadores, e sim algo voltado especificamente para bancar a maior parte da despesa que o Corinthians teria com Willian.

A equipe de José Colagrossi Neto, superintendente de marketing e comunicação, entrou em ação e conseguiu deixar uma empresa engatilhada, dando suporte para o departamento de futebol, com Roberto de Andrade e Alessandro Nunes, avançar nas conversas.

Agora, o Corinthians aguarda a resposta dos representantes de Willian, que estão em Londres negociando a eventual ruptura com o Arsenal.

Para jogar no Timão, Willian precisa aceitar receber um salário em torno de 70% menor do que ganha atualmente, com algumas variáveis. O contrato discutido é de três anos, mas essa cláusula ainda não está definida e pode ser estendida.

O atleta já sinalizou que está disposto a voltar ao Corinthians, e é por isso que a confiança é tão grande por aqui.

Em entrevista exclusiva publicada pela Gazeta Esportiva neste sábado, o diretor financeiro Wesley Melo revelou o valor da folha salarial do elenco alvinegro mesmo após as chegadas de Giuliano, Renato Augusto e Roger Guedes.

Uma proposta vantajosa do futebol europeu ainda tem o poder de frustrar os planos corintianos. Mas, há cada vez menos esperança de que isso aconteça. Até agora, apesar da procura de alguns clubes do Velho Continente e também dos Emirados Árabes Unidos, nada agradou a Willian.

O Arsenal também precisa dar o seu aval. Os ingleses, no entanto, estão ansiosos para abrir espaço na folha salarial.

Nos bastidores, há o entendimento de que os Gunners não criarão obstáculo para uma liberação sem custos, caso Willian resolva aceitar a proposta do Corinthians.

A questão é saber se Willian vai abrir mão de tudo que tem a receber. É nesse ponto que o Arsenal ainda pode frear a negociação.

Como a janela para transferências internacionais no Brasil fecha na segunda-feira e Londres está quatro horas à frente em relação ao horário de Brasília, os dirigentes do Corinthians entendem que tudo precisa ser resolvido nesse domingo, mesmo que as assinaturas tenham de ficar para segunda. O domingo se tornou “o dia D” para a contratação.

Aos 33 anos, Willian não tem conseguido espaço no time dirigido por Mikel Arteta. Ele revelou seu descontentamento e seu futuro passou a ser discutido.

Segundo a imprensa inglesa, o jogador recebe 100 mil libras por semana, o que é equivalente a, aproximadamente, R$ 3 milhões por mês. Ele ainda tem mais dois anos de contrato com o Arsenal garantidos.

Willian é formado pelas categorias de base do Corinthians e torcedor assumido do clube. Pelo alvinegro, ele disputou 41 jogos e fez dois gols, até ser vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em 2007, pelo valor de 19 milhões de dólares, cerca de R$ 38 milhões na ocasião.

Willian nunca escondeu o desejo de retornar ao Brasil para defender o clube do coração novamente, e tem seu pai, seu Severino Vieira, um sócio que já chegou até a se candidatar ao Conselho Deliberativo corintiano, como principal entusiasta dessa volta às origens.

No Instagram, Willian postou fotos assistindo aos dois últimos jogos do Corinthians, contra o Athletico-PR, há uma semana, e contra o Grêmio, neste sábado, o que elevou ainda mais a expectativa na Fiel Torcida.

 

O post Esquentou! Corinthians aguarda rescisão de Willian e trata domingo como “o dia da definição” apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.