Representantes da La Liga, a principal liga nacional do futebol espanhol, anunciaram nesta terça-feira que a competição apoia a decisão de clubes do país em não liberar jogadores sul-americanos para a próxima data Fifa, que é válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Isso se deve à decisão da Fifa em ter concedido mais dois dias de competição à Conmebol. Para a organização da La Liga, isso impacta a “integridade do Campeonato Espanhol”, já que não permitiria uma maior disponibilidade dos jogadores aos clubes.

A nota divulgada informou que 25 jogadores de 13 diferentes clubes seriam impactados, sem contar as convocações de Equador e Venezuela, que ainda não foram divulgadas. Para os organizadores, “o calendário não pode ser alterado desse jeito, ainda mais tendo outras soluções”.

A decisão dos clubes espanhóis em não liberar os jogadores impactaria a Seleção Brasileira, que chamou na última convocação Casemiro e Vinicius Jr, que atuam no Real Madrid.

Mais cedo, a Premier League informou que os clubes ingleses chegaram ao consenso de não liberar todos os jogadores para suas respectivas seleções. Por conta da covid-19, atletas de países na zona vermelha serão barrados – incluindo brasileiros.

O Brasil enfrenta Chile, Argentina e Peru na próxima data Fifa, entre os dias 02 e 09 de setembro. La Liga ainda informou que marcará uma reunião com os clubes nos próximo dias para debater o tema.

O post La Liga apoia decisão de clubes espanhóis em não liberar jogadores sul-americanos para a próxima data Fifa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.