O projeto que cede parte dos direitos audiovisuais de La Liga à CVC Capital Partners, empresa de consultoria de investimentos, foi aprovado nesta quinta-feira. O contrato necessitava de aprovação de, pelo menos, 32 dos 42 clubes membros. Na reunião, 38 ficaram a favor.

O evento contou com representação de todos os clubes membros, os quais puderam se manifestar e exercer secreta e democraticamente seu direito a voto. Através do acordo, a CVC torna-se um parceiro industrial da Liga, com o objetivo de impulsionar o crescimento global. A empresa promete dotar os clubes de recursos para melhorar a competição e a experiência do público.

O acordo comtempla os clubes que aprovaram a operação. Eles repartirão um máximo de 2,7 bilhões de euros. De acordo com meios locais, ficam fora Real Madrid, Barcelona, Atlético de Madrid e um time da Segunda Divisão.

“Estamos convencidos de que a LaLiga Impulso é a resposta aos desafios que temos de enfrentar a médio e longo prazo. É um acordo estratégico que vai dotar os nossos clubes de maior capacidade, transformar o seu modelo de gestão e permitir uma competição muito mais atrativa. É o impulso necessário para transformar LaLiga em uma empresa global de entretenimento digital com a competição de futebol mais atraente do mundo”, discursou Javier Tebas, presidente da LaLiga.

O post Com 38 clubes a favor, La Liga aprova contrato com empresa por direitos audiovisuais apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.