O Chelsea faturou sua primeira taça na temporada 2020/2021. Os ingleses enfrentaram o Villarreal pela Supercopa da Europa, nesta quarta-feira na Irlanda do Norte, e venceram nas penalidades, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

O torneio, realizado em jogo único, reuniu o atual campeão da Liga dos Campeões, Chelsea, e o atual campeão da Liga Europa, Villarreal.

A grande história da partida foi protagonizada pelo goleiro Kepa Arrizabalaga, que entrou no final do segundo tempo da prorrogação e defendeu dois pênaltis do Villarreal, se tornando o herói do título dos Blues.

O jogo – O primeiro tempo foi bem movimentado Belfast, na Irlanda do Norte. O Chelsea dominou a posse de bola e criou as melhores chances, mas o Villarreal também teve suas ocasiões de gol.

A primeira chegada do Chelsea foi logo aos cinco minutos de jogo, com uma finalização de primeira de Timo Werner, no segundo pau. O goleiro Sergio Asenjo fez grande defesa.

Aos oito minutos, N’golo Kanté finalizou de média distância e a bola passou perto do gol adversário. O Chelsea abriu o placar aos 27 minutos. O alemão Kai Havertz caiu na ponta esquerda e fez cruzamento rasteiro para a chegada de Hakim Ziyech, que finalizou mascado, mas sem chance para o goleiro Asenjo.

A primeira chegada perigosa do Villarreal veio aos 32 minutos, com finalização de Boulaye Dia, que parou em Edouard Mendy. Aos 48, o lateral-esquerdo Alberto Moreno soltou uma bomba na trave do Chelsea, não empatando por pouco.

Ziyech, o autor do gol do Chelsea, saiu lesionado aos 43 minutos com um problema no braço. O americano Christian Pulisic entrou no seu lugar.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o Villarreal começou pressionando. Aos seis minutos, Gerard Moreno é lançado em profundidade e chuta colocado, para a difícil defesa de Mendy.

O Submarino Amarelo controlou a posse de bola e voltou a assustar aos 22 minutos, em finalização de Estupiñán, que novamente parou em Mendy.

Aos 27, após tanto insistir, o Villarreal empatou. Gerard Moreno tabelou com Boulaye Dia na área e finalizou sem chances para a goleiro dos Blues.

Após o gol, o Chelsea voltou a tomar conta das ações do jogo, mas sem assustar a equipe espanhola. A partida foi se desenvolvendo para ir à prorrogação.

Prorrogação

Aos nove minutos do tempo extra, Pulisic teve uma grande chance. O norte-americano infiltrou na área e, sem marcação, finalizou com muito perigo, levantando a torcida dos Blues.

Aos dois minutos do segundo tempo, Mason Mount teve outra chance pro Chelsea, mas acabou parando em Asenjo, que fez grande defesa.

No último minuto da prorrogação, o técnico Thomas Tuchel fez uma alteração inusitada: tirou o goleiro titular Mendy para a entrada do reserva Kepa, pensando já na disputa de pênaltis.

Pênaltis

Azpilicueta, Fernando Alonso, Mason Mount, Jorginho, Pulisic, Rudiger acertaram para o Chelsea; enquanto Havertz perdeu.

Gerard Moreno, Estupiñán, Moi Gómez, Raba, Foyth acertaram para o Villarreal; enquanto Mandi e Raúl Albiol perderam. O goleiro Kepa defendeu as duas penalidades desperdiçadas pelo Submarino Amarelo.

Por 6 a 5 nas penalidades, o Chelsea se sagrou campeão da Supercopa da Europa.

O post Kepa brilha nos pênaltis, Chelsea bate Villarreal e se sagra campeão da Supercopa da Europa apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.